Notícias

02 Jun 2017

Velejadores enfrentaram rajadas de 25 nós na Regata de Maio da FNCVO

Categoria Notícia

Velejadores percorrem mais de 20km entre Centro Histórico de São Francisco do Sul, Porto de Itapoá e Vila da Glória

No último sábado (27/5) a Regata de Maio da Flotilha Norte Catarinense de Veleiros de Oceano (FNCVO) movimentou as águas da Baía Babitonga, com um percurso de 11 milhas náuticas.

​​Conforme o capitão da Flotilha, André Casagrande, 11 veleiros estavam inscritos. A previsão era de vento Sul forte, entretanto o vento foi forte apenas no início da regata, com rajadas de até 25 nós. Na metade do percurso ficou moderado e, no final, ficou muito fraco, levando a desistência do veleiro Moleque.

O Veleiro Brasil 31 teve problemas mecânicos e não pode comparecer à raia. O veleiro Oceano X compareceu, porém, decidiu não largar e o veleiro Catarina não conseguiu formar tripulação. “Assim, oito barcos disputaram a prova”, relata Sérgio Penteado, vice-capitão da flotilha.

Sete barcos largaram no horário. O veleiro Zuriel largou 15 minutos depois porque um tripulante foi auxiliar o veleiro Brasil 31. Foi montado um percurso triangular, com largada na frente do Centro Histórico de São Francisco do Sul. “Os velejadores tinham que montar a primeira boia, próximo ao Porto de Itapoá, depois, a segunda boia, em frente à Vila da Glória, voltar para São Francisco do Sul e novamente ir à Vila da Glória, terminando novamente em São Francisco do Sul”, explica Penteado.

“Diferentemente do que normalmente ocorre, a primeira perna foi percorrida com um vento de través e não de proa e, a segunda perna, devido à rondada de vento, alternou entre vento de través e proa dificultando muito as escolhas de percurso e a regulagem de vela”, salienta Sérgio.

​​​Conforme ele, a largada da regata foi muito disputada porque ocorreu com vento forte e a linha de largada era estreita. “Os barcos brigaram muito por espaço, havendo muitas interferências, discussões e ameaças de protestos. Foi uma regata de percurso intermediário, muito difícil devido as variações de vento”, aborda.

​Próximo à Vila da Glória houve uma rondada de vento e os barcos que estavam mais próximos do continente tiveram dificuldade para alcançar a marca. O Zuriel, que estava atrás e mais acima da flotilha, beneficiou-se desta rondada diminuindo a diferença em relação aos outros barcos.

​A última etapa da regata foi barla-sota. As tripulações tiveram que se concentrar para velejar contra o vento e demonstrar suas habilidades para armar e regular seus balões. “O colorido das velas produziu um bonito espetáculo”, comenta Penteado.

​No final da regata o vento diminuiu muito e isso levou a desistência do veleiro Moleque, que precisava administrar a maré para voltar ao seu clube. O veleiro Ariel persistiu na raia e após 3 horas e 54 minutos garantiu o terceiro lugar na Classe RGS A. ​Próximo do final, o veleiro Azzuro precisou fazer uma manobra para apanhar uma manicaca (manivela), que caiu no mar, mesmo assim conseguiu a primeira colocação da Classe Regata.

​​Durante a regata não houve chuva, entretanto na volta para o Joinville Iate Clube (JIC) choveu bastante deixando as tripulações encharcadas. ​A noite houve uma confraternização na tenda do JIC, apoiador da regata.  

Na noite anterior à regata, o capitão Casagrande trouxe uma inovação: organizou um evento técnico, na tenda do JIC, com uma palestra ministrada pelo velejador Carlos Cintra sobre "Comunicação Marítima". Ele falou sobre o uso de rádios em embarcações com foco para a escolha correta de equipamentos, forma de instalação, obtenção de licenças e medidas para aumentar a segurança no mar.  O evento contou com a presença de 34 pessoas.



Classificação

Classe Regata

​1º lugar Azzuro - Comandante Miguel Bianchi

​2º lugar Makika - Comandante Adam Max Mayerle

3º lugar Katana II - Comandante Francisco Altemburg



Classe RGS A

1º lugar Zuriel - Comandante Sérgio Penteado

​2º lugar JackDaw - Comandante Sérgio Tibinka

3º lugar Ariel - Comandante Fábio Henrique de Oliveira

 

Fotos: Cíntia Pereira


Entre em Contato

Entre em contato conosco e chegue até nós.

Endereço

Rua Prefeito Baltazar Buschle, 2850
89228-001 - Espinheiros Joinville/SC
Latitude: S 26º17.521
Longitude: W 048º46.843

Telefones

+55 / 47 3434.1744

Redes Sociais

Mande uma Mensagem

Nos envie uma mensagem que retornaremos em breve.