Notícias

13 Dez 2018

Regata da Marinha contou com 54 embarcações que coloriram a Baía Babitonga

Categoria Notícia

FNCVO e Ranking Norte Catarinense de Monotipos finalizam as regatas do ano

Todos os anos, em dezembro, a Regata da Marinha movimenta a Baía Babitonga. No sábado (8/12), o dia ensolarado, que com o colorido das velas deu um toque especial ao evento. A regata é a última do ano para Flotilha Norte Catarinense de Veleiros de Oceano (FNCVO) e para o Ranking Norte Catarinense de Monotipos.

O percurso escolhido para o evento foi o trapezoidal. Os veleiros saíram em frente à Capitania dos Portos de São Francisco do Sul em direção ao Capri Iate Clube. Após contornar a boia os barcos, as embarcações se dirigiram para as proximidades do Porto de Itapoá. Em seguida, desceram para montar uma boia em frente à Vila da Glória e retornavam para terminar o percurso em frente à Capitania. O percurso teve a distância linear de 8,6 milhas (13,84 km)

De acordo com o vice-capitão da FNCVO, Sérgio Penteado, as condições do tempo estavam excelentes para a prática da vela, com dia ensolarado e temperatura agradável de 24ºC, com vento Sudeste constante de 10 a 12 nós e com rajadas que chegavam aos 15 nós. “O único problema era a chegada, pois perto do continente o vento rondava, exigia manobras constantes para finalizar o percurso”, explica.

Foram 10 Veleiros da FNCVO que participaram da Regata da Marinha. O Katana II foi o primeiro a completar o percurso com o tempo de 1 hora e 27 minutos de prova.

O evento marcou a última etapa do Ranking da FNCVO e confirmou os vencedores das Classes. O vencedor da RGS A foi o veleiro Azzurro, do Comandante Miguel Bianchi, na RGS B, o veleiro Brasil 31, do comandante André Casagrande, na RGS C, o veleiro Vicky, comandado por Alexandre Carstens e o grande vencedor da RGS Geral foi o veleiro Kraken, do Comandante Roberto Borg.

O Ranking Norte Catarinense de Monotipos competiu a sua última, das treze regatas do ano, contando com a participação de 44 veleiros distribuídos nas classes Laser, Dingue, Shellback, Optimist, Hobie Cat 14 e 16. Para Adam Max Mayerle, diretor de esportes do Joinville Iate Clube, o percurso adotado exigiu bastante técnica dos velejadores, sempre procurando rajadas para acelerar o barco e ficar atento com a correta regulagem das velas.

Após a Regata, ocorreu a tradicional recepção nas dependências da Capitania dos Portos, onde os velejadores desfrutaram de um excelente coquetel e receberam suas premiações. O evento contou com a participação de autoridades como o novo Capitão da Capitania dos Portos, Raphael Faria Pinto e com a presença do Comodoro do Joinville Iate Clube (JIC), Ivo Birckholz.

Escola de Vela

Doze alunos da Escola de Vela do JIC participaram da Regata da Marinha.  Eles competiram pelas classes Optimist, sendo três na categoria estreantes, três na veteranos e seis alunos pela Laser 4.7.

De acordo com o instrutor de vela, Luciano Saraiva, a maior dificuldade neste evento foi o vento que estava rondando, ou seja, mudando de direção. “Devido soprar de Sudeste, por causa da geografia do local, onde há vários morros, o vento ficava mais fraco perto deles e, em outros locais, com rajadas mais fortes, obrigando os velejadores estarem atentos as mudanças de velocidade e de direção durante a prova”, comenta.

Luciano destaca que os alunos da Escola de Vela ainda estão em fase de aprendizado nas competições. “Eles treinam somente uma vez por semana, quando há condição, pois em Joinville venta pouco”, aborda.

O instrutor disse que a percepção da situação do dia, vento e correnteza da maré são os principais fatores que eles têm que ficar atentos durante toda prova, além das regras de regatas. “Estamos estudando e colocando em prática as principais situações que exigem do aluno o conhecimento do assunto para não se prejudicar.

Este ano, a principal regata que os alunos da Escola de Vela participaram foi o Estadual, em Florianópolis competindo com 25 outras crianças e enfrentando vento acima de 15 nós. “Nossos competidores observaram a performance dos atletas da capital, que têm um nível elevado e conseguiram absorver muito para sua evolução nas regatas”, salienta.

Para Saraiva, a novidade deste ano foi a mudança no formato de percurso, onde os competidores percorreram uma raia em formato de triângulo. “A maioria dos competidores aprovou, pois durante todo ano as provas são feitas no método barla-sota. Agora, os alunos possam ter experiência neste formato que é usado em outros eventos estaduais e nacionais”, conclui.

Alunos participantes da Escola de Vela

Classe Optimist

Veteranos:

Amanda Cristina da Silva

Júlia Vitória Schlikmann

Kevin Gattis  

 

Estreantres:

Nicolas Tomé

Marcos Brasil

Matheus Bello

 

Classe Laser 4.7

Thiago S. Pascoal

Caio do Nascimento

Otávio de Borba

Alejandro Ramos

Gabriel Lucas Voltolini

Nicolas Pravato Valentim

 

CLASSIFICAÇÃO

Veleiros Oceano

RGS A 

1º lugar – Azzurro

2º lugar – Katana II

3º lugar – Kraken

 

RGS B

1º lugar – Jackdaw

2º lugar – Brasil 31

3º lugar – Catarina

 

RGS C

1º lugar – Vicky

2º lugar – Ariel

 

Bico de Proa

1º lugar – Moleque

2º lugar – Jah

 

 

Veleiros Monotipo

Dingue

1º lugar – Silvanio / Julia

2º lugar – Denisson / Alexandre

3º lugar – Ewaldo / João

 

Especial 1

1º lugar – Rafael Miranda

 

Hobie Cat 14

1º lugar – Adam Max Mayerle

2º lugar – Gustavo Wiemes

3º lugar – Alderson Pacheco

 

Hobie Cat 14 - Dinocat

1º lugar – Arno Muller

2º lugar – Rafael Brumund

3º lugar – Silvia Maria Leite

 

Laser

1º lugar – Ronaldo Laureci

2º lugar – Claudio Negosseque

 

Laser 4.7

1º lugar – Luiza Nunes

2º lugar – Thiago Pascoal - Escola de Vela JIC

3º lugar – Nicolas P. Valentim - Escola de Vela JIC

 

Hobie Cat 16

1º lugar – Kiko/Jean

2º lugar – Klaus/Stefan

 

Optimist Estreante

1º lugar – Iago Carneiro

2º lugar – João Bergon

3º lugar – Lucas Carneiro

 

Optimist Veterano

1º lugar – Paulo Rosa

2º lugar – Amanda Cristina da Silva - Escola de Vela JIC

3º lugar – Kevin Gattis - Escola de Vela JIC

 

Shellback

1º lugar – Rodrigo Zaleski

2º lugar – Vilmar Braz

3º lugar – Rafael Silva


 

Fotos Cíntia Pereira



Entre em Contato

Entre em contato conosco e chegue até nós.

Endereço

Rua Prefeito Baltazar Buschle, 2850
89228-001 - Espinheiros Joinville/SC
Latitude: S 26º17.521
Longitude: W 048º46.843

Telefones

+55 / 47 3434.1744

Redes Sociais

Mande uma Mensagem

Nos envie uma mensagem que retornaremos em breve.